Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jardim das Delícias



Sábado, 26.08.17

Porto sentido - Rui Veloso e Carlos Paredes

a noite fez-se para amar 1a.jpg

 

Rui Veloso e Carlos Paredes  Porto sentido

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 01:30

Quinta-feira, 24.08.17

O álbum a preto e branco - Eva Cruz

ao cair da tarde 5b.jpg

 

Eva Cruz  O álbum a preto e branco

14732144_1177861088948332_8318540573872466466_n1.j

 

(Gracinda Candeias)

 

Abre-se um leve sorriso fora do tempo

no cair da tarde de um dia sem nome

entre as folhas amarelecidas

de um velho álbum a preto e branco.

De retrato em retrato

na brancura do  vestido

na grinalda de um véu

nos bagos de arroz

nas pétalas das rosas esquecidas

renasce um caudal de sonhos

por entre as folhas amarelecidas.

No álbum a preto e branco

caem lágrimas perdidas

e na memória longínqua

só resta o sonho esquecido

da cor de tantas vidas.

 

23 de Agosto

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 18:56

Terça-feira, 22.08.17

Coro a bocca chiusa (Madame Butterfly) - Giacomo Puccini

a noite fez-se para amar 1a.jpg

 

Giacomo Puccin  Coro a bocca chiusa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 00:56

Sexta-feira, 18.08.17

Barcelona - Freddie Mercury and Montserrat Caballe

a noite fez-se para amar 1a.jpg

 

Freddie Mercury and Montserrat Caballe  Barcelona

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 02:33

Segunda-feira, 14.08.17

FREDERICK CHILDE HASSAM, "July night", 1898.

july night, 1898a.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 17:52

Segunda-feira, 14.08.17

Adão Cruz escreve sobre o conflito entre os EUA e a Coreia do Norte

  

16601915_1575788135769553_4513441033461809927_o.jp

 

   Nada tenho a ver com a Coreia do Norte, seja de que ponto de vista for, a não ser, como cidadão do mundo, a sua inclusão nos graves problemas que ameaçam, neste momento, o futuro da humanidade. Mas pergunto. Por que razão, a Coreia do Norte há-de ser tida sempre, em qualquer conversa ou opinião como agressora, quando não agrediu ninguém e foi vítima de históricas e indescritíveis agressões, continuando a ser vítima potencial de uma constante ameaça de destruição maciça?

Por que razão, numa tentativa de falso equilíbrio no arame ou na corda bamba, a maioria das pessoas procura dar uma no cravo e outra na ferradura sempre que se referem à loucura de Trump, não deixando de referir, em consciente falsa igualdade de circunstâncias, a loucura do maluquinho nortecoreano? Seria melhor pararem um pouco para pensarem, por respeito a si mesmas.

Sendo eu inimigo de armas, sobretudo armas nucleares, pergunto que direito divino permite a países agressores que tantas tragédias têm provocado, desenvolverem permanentemente e sem limite armas nucleares para liquidarem outros países proibidos de as desenvolverem? Hipocrisia monumental que a minha mente não consegue entender.

Eu penso que se acabasse de uma vez, nem que fosse por milagre, a ganância cleptomaníaca, salteadora e predadora do imperialismo americano, o mundo seria, como pensa Oliver Stone, muito mais pacífico.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 03:50



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Francisco Coelho

    Adorei ouvir, ao fim de tantos anos, quando esta s...

  • pvnam

    É A LIBERDADE QUE ESTÁ EM CAUSA: é preciso dizer n...

  • A. Marques Pinto

    Sexta-feira à tarde, uma jornalista da SIC Notícia...

  • adao cruz

    De pleno acordo. Uma coisa me entriste e me faz pe...

  • Augusta Clara

    Tão bonito é o texto como o comentário.


Links

Artes, Letras e Ciências

Culinária

Editoras

Jornais e Revistas

Política e Sociedade

Revistas e suplementos literários e científicos