Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jardim das Delícias



Quinta-feira, 07.12.17

O menino de brilho nos olhos - Adão Cruz

ao cair da tarde 5b.jpg

 

Adão Cruz  O menino de brilho nos olhos 

 

IMG_5815a.jpg

 

(Adão Cruz)

 

 

O menino corria

corria atrás do sol no correr de cada dia

e no doce brilho dos olhos toda a alma se lhe via.

O menino corria

corria atrás da lua que se erguia entre estrelas e magia

e no brilho dos olhos toda a alma luzia.

O menino corria

corria atrás do vento que fugia para lá do tempo

e nos olhos do menino o vento se perdia.

O menino corria

corria atrás da chuva e quanto mais água caía

mais o brilho dos olhos se acendia.

O menino dormia

dormia no reino dos sonhos e da fantasia

e nos olhitos dormidos o brilho se escondia.

O menino acordava

acordava no alvor de cada dia

e a vida renascia no abrir dos olhos onde a alma luzia.

Até que um dia…

Uma nuvem negra

muito negra

tombou do céu e se fez gigante

de longas barbas e olhar perfurante

com um relâmpago em cada mão.

Roubava o brilho dos olhos

e nas entranhas do trovão se desfazia.

O menino tremia

tremia sem saber o que acontecia.

O menino chorava

chorava sem saber a razão.

O menino fugia

fugia

mas algo lhe dizia que de nada valia.

Chamou as pombas rouxinóis e cotovias

sardões caracóis e libelinhas

enlaçou-se de gavinhas

abraçou as árvores beijou a terra

e tudo o que nele vivia.

Mas ninguém lhe respondia

Todos o olhavam com tristeza e melancolia.

Perdera o menino o brilho dos olhos

e neles a inocência morria.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 14:00




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Anónimo

    A pérfida Albion, depois de ter sido a maior usurp...

  • Augusta Clara

    Por favor, assinem os comentários. Não há nada mai...

  • Anónimo

    quando o próximo livro?

  • Anónimo

    "há muito que não saía à rua..." e não via os movi...

  • Anónimo

    Um bom poema desanimado tem um destino, talvez pro...


Links

Artes, Letras e Ciências

Culinária

Editoras

Jornais e Revistas

Política e Sociedade

Revistas e suplementos literários e científicos