Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jardim das Delícias



Sábado, 23.12.17

Os meus sonhos - Adão Cruz

ao cair da tarde 5b.jpg

 

Adão Cruz  Os meus sonhos

image001b1.jpg

 

(Adão Cruz)

 

Repousa na almofada a minha cabeça cansada de tanto amar os peixes verdes que há nos olhos dos meus sonhos.

Repousa na almofada a minha cabeça cansada da luz dos corais incendiados nos olhos verdes dos meus sonhos.

Repousa na almofada a minha cabeça cansada do verde brilho do mar que há nos olhos incendiados dos meus sonhos.

Repousa na almofada a minha cabeça cansada do inquieto desalinho que a lua tece entre as algas e os sedentos olhos dos meus sonhos.

O amor não tem limites na utopia dos gestos simples dos meus sonhos.

Há muitas cores nos olhos d’água dos meus sonhos, mas eles acordam na última estrela da madrugada que se esfuma com o erguer do sol.

E a beleza perde-se entre o botão da primeira folha verde e a saudade dos meus sonhos.

E a cabeça cansada de acordar repousa na areia entre os lábios de mármore de uma noite de amor.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 15:56




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Anónimo

    A pérfida Albion, depois de ter sido a maior usurp...

  • Augusta Clara

    Por favor, assinem os comentários. Não há nada mai...

  • Anónimo

    quando o próximo livro?

  • Anónimo

    "há muito que não saía à rua..." e não via os movi...

  • Anónimo

    Um bom poema desanimado tem um destino, talvez pro...


Links

Artes, Letras e Ciências

Culinária

Editoras

Jornais e Revistas

Política e Sociedade

Revistas e suplementos literários e científicos