Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardim das Delícias



Sexta-feira, 06.06.14

Passos Coelho e o Tribunal Constitucional - João de Melo

 

João de Melo  Passos Coelho e o Tribunal Constitucional

 

 

   De marotos, manhosos e mesquinhos sabemos nós muito (a classe política portuguesa sempre nos deu, disso, uma escola e peras!). Carregando contra o Tribunal Constitucional, o P-M auto-vitimiza-se, devolvendo aos juízes uma espécie de culpa sem remédio nem perdão. Na verdade, a única auto-vitimização que se lhe conhece foi desde sempre feita contra a Constituição Portuguesa. Quando o elegeram para presidente do PSD (e após um daqueles verões da Manta Rota, com passagem pelo Pontal do Mendes Bota - lembram-se?), a primeira revoada que ele levantou foi, precisamente, a "revisão da Constituição". Depois acalmou. Mas traz essa espinha encravada na garganta. Ele e o Portas não têm feito outra coisa senão mordiscar, comer a erva, ruminar a Constituição. Talvez porque, não podendo revê-la sozinhos, vão-na estrangulando aos poucos, para que a breve trecho pareça desadequada e obsoleta. Fragilizando-a, mais facilmente a filarão pela jugular: para isso contam com zelosas criaturas que dão por nomes como Ulricht, Catrogas, Cavacos, um pitosga chamado Raposo, uma lástima como o Camilo Lourenço, um renegado Medina Carreira, um Miguel Beleza, um adiantado mental de nome Borges Macedo, toda uma chusma de marinheiros da política, organizados em grémio de contabilistas. Já não bastava termos um governo de portas e coelhos! Por isso, valha-nos a Constituição, valha-nos o Tribunal Constitucional.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 08:00


1 comentário

De Rodrigues Costa a 07.06.2014 às 22:39

Concordo inteiramente ... só tenho uma dúvida: pelo camimnho que as coisas estão a tomar, será suficiente a Constituição?
É que vejo muito pouca gente a quer defender essa matriz do novo Portugal

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Artes, Letras e Ciências

Culinária

Editoras

Filmes

Jornais e Revistas

Política e Sociedade

Revistas e suplementos literários e científicos