Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jardim das Delícias



Domingo, 17.06.18

Um dia me darei conta - Adão Cruz

ao cair da tarde 5b.jpg

 

Adão Cruz  Um dia me darei conta

93a.jpg

(Adão Cruz)

 

Um dia me darei conta do teu corpo infindável
Um dia sorridente me sentirei infinito
nunca esgotado o desejo que nos abraça e nos atormenta
à distância dos sentidos sempre fugazes
sempre perdidos no corpo finito.

Um dia me darei conta
do tempo que não se perde para lá das formas
do tempo em que não murcham
os rebentos cálidos da minha carne
e o sangue não perde o fulgor
das cores abertas ao sol.

Um dia me darei conta
e nesse dia gostaria de partir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 14:00




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Augusta Clara

    Mas a pintura é esta. Não percebo o seu comentário...

  • SOL da Esteva

    É pouco fazer-se referência ao Poema de excelência...

  • Anónimo

    Não conhecia e... gostei da descrição. Muito obrig...

  • Anónimo

    Também está na exposição

  • Anónimo

    Está na exposição


Links

Artes, Letras e Ciências

Culinária

Editoras

Filmes

Jornais e Revistas

Política e Sociedade

Revistas e suplementos literários e científicos