Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardim das Delícias



Sábado, 14.03.15

Uma prova dos nove - José Goulão

o balanço das folhas2.jpg

 

José Goulão  Uma prova dos nove

 

josé goulão.jpg

 

 

   No Médio Oriente abundam os indícios de que o exército regular da Síria prepara uma ofensiva para se reapoderar das regiões do nordeste do país envolvendo Raqqa, onde se diz estar instalado o quartel-general dos mercenários do Estado Islâmico, ou Isis, ou Daesh, a designação é o que menos interessa.

Uma acção com este objectivo estratégico apenas se torna possível depois de o regime sírio ter retomado gradualmente o controlo da região de Alepo e da fronteira com o Líbano, o que traduz igualmente uma contrariedade muito forte para todos os que, internacionalmente, se empenharam no desmantelamento da Síria através de uma grande coligação entre os Estados Unidos da América, a União Europeia e os regimes fundamentalistas islâmicos do Golfo.

Olhando e ouvindo o que através do mundo se diz sobre o Estado Islâmico seria de prever que começassem agora a surgir elogios à barreira que Damasco tem erguido ao terrorismo agindo sob a cobertura abusiva do islamismo, tanto mais que ainda há poucas horas o exército sírio tirou definitivamente de circulação o chefe da frente Al-Nusra, uma das muitas designações dessa rede de terror.

Porém, olhando e ouvindo o que se diz pelo mundo tudo leva a crer que muitos dirigentes investidos de altas funções no regime global mais não são do que fala-baratos, cínicos e mentirosos.

Porque este é o preciso momento em que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, diz que é preciso reforçar a componente militar internacional para derrubar o governo da Síria.

Este é o preciso momento em que o governo do Iraque anuncia o derrube de aviões militares norte-americanos e britânicos que transportavam armas para o Estado Islâmico.

Este é o preciso momento em que são mais claras do que nunca, reconhecidas pela própria comunicação social israelita, as cumplicidades entre Israel e o terrorismo islâmico sob a designação Estado Islâmico, que têm o seu santuário nos Montes Golã, ocupados por Israel à Síria.

Este é o preciso momento em que Abdelhakim Belhadj, terrorista líbio que chefia a coligação “Aurora Líbia”, anuncia que coloca as suas milícias ao serviço do Estado islâmico. Para quem não se lembre, Abdelhakim Bellhadj foi um dos pivots da aliança entre o terrorismo islâmico e a NATO que derrubou e assassinou Khaddafi e desmantelou a Líbia. No caso de haver dúvidas – ainda há quem as tenha – recorda-se que a recompensa dada pela NATO a Belhadj, e prova de reconhecimento pelos serviços prestados, foi a sua designação como primeiro comandante da região militar de Tripoli a seguir à “libertação” e àquilo a que insistem chamar a “instauração da democracia”.

Perante estes factos, por favor não levem a sério os ares circunspectos dos papagaios que vão desfilando pelas televisões falando da suposta guerra dos Estados Unidos e da União Europeia contra o terrorismo islâmico.

Mesmo assim, e havendo quem duvide desta vergonhosa teia de cumplicidades entre o tão civilizado ocidente e o tão bárbaro terrorismo islâmico, preparemos uma prova dos nove. Estejamos de olhos e ouvidos bem atentos às reacções ocidentais quando a Síria se lançar na ofensiva pela recuperação dos seus territórios submetidos à internacional terrorista. Antes disso é ainda é provável que tenhamos mais uma vaga de horror israelita em Gaza – são contas do mesmo rosário – tudo servindo, ao-fim-e-ao-cabo, para identificar, um por um, os membros do bando de irresponsáveis que governa o mundo. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 08:00


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Agradecia que se identificasse. Quem escreveu este...

  • Anónimo

    Gosto substancialmente de pessoas que dizem bem ou...

  • Anónimo

    Texto e foto deliciosos, parabéns!

  • Anónimo

    Palavras como dinamite.E passados 50 anos sobre os...

  • Anónimo

    Lindo!


Links

Artes, Letras e Ciências

Culinária

Editoras

Filmes

Jornais e Revistas

Política e Sociedade

Revistas e suplementos literários e científicos