Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jardim das Delícias



Quinta-feira, 02.07.15

Vivemos numa Europa dominada pelo medo e pela chantagem - Alfredo Barroso

bandeira grega1a.jpg

 

Alfredo Barroso  Vivemos numa Europa dominada pelo medo e pela chantagem

 

alfredo barroso.png

 

 

   Em Atenas, medo e chantagem estão a fazer o seu trabalho. «Madamas» e «escaravelhos» da direita - gentalha que respira ódio contra a esquerda e pouco ou nada sofre com a austeridade - já estão a levantar a cabeça e a proclamar que vão votar «sim» e aceitar às imposições dos credores (UE, FMI, BCE, banca, mercados financeiros) para derrubar o governo de esquerda apoiado pelo Syriza. E o Partido Comunista grego quer dar uma ajuda, apelando à abstenção contra o Syriza.

Eurocratas e plutocratas, que controlam e financiam os partidos de direita - e seus lacaios social-democratas (?), socialistas (?) e trabalhistas (?) - infelizmente no poder em quase todos os países da União Europeia, estão a ganhar a campanha de chantagem e medo para banir o «mau exemplo» dado por um governo corajoso que ousou fazer frente à «muralha do dinheiro» que domina a Europa.

Não me surpreenderia com o regresso ao poder, em Atenas, dos vassalos da eurocracia e da plutocracia - o partido da Nova Democracia, com o PASOK pela arreata - e que esse vírus ultraliberal e reaccionário inoculado por Bruxelas, ou, mais exactamente, pela Alemanha de Merkel e Schäuble, acabe por contaminar os países submetidos a brutais políticas de austeridade.

É tempo de nos prepararmos para o pior e apelar à resistência contra esta direita ultraliberal e reaccionária, que quer intimidar as populações com a linguagem da chantagem e do medo, para assim impor mais austeridade e prosseguir na sua campanha contra o Estado Social e tudo o que é público. Os políticos que nos governam são cruéis e medíocres, a soldo dos plutocratas e eurocratas. Se vencerem, vão fazer-nos penar por muitos e maus anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Augusta Clara às 10:00


2 comentários

De :P a 02.07.2015 às 10:18

Para que conste aqui deixo testemunho do que li, no DN : " ... desde 2008 foram transferidos, por cidadãos GREGOS, para contas na Suíça, duzentos MIL MILHÕES de euros ... ". Lido já não sei onde : " ... a mãe de Papandreou é uma das depositantes em contas secretas no HSBC com uma soma de quatrocentos MILHÕES de euros ... "
Vendo pelo que comprei.

De Augusta Clara a 02.07.2015 às 17:18

Só pode ser o dinheiro dos multimilionários armadores gregos e dos que enriqueceram à custa da corrupção, como aconteceu aqui e noutros países. O dos pobres e da classe média, destruída pelas medidas de austeridade dos vampiros neoliberais, não é, de certeza.
É o dinheiro que faz falta para os hospitais funcionarem, por exemplo.

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Adão CruzMuito bonito, amigo Zé Onofre. Ao fim e a...

  • Augusta Clara

    Gostei muito. Muito obrigada.

  • Zé Onofre

    Augusta Clara, Boa noite e uma boa semana.Hoje tiv...

  • Anónimo

    Agradecia que se identificasse. Quem escreveu este...

  • Anónimo

    Gosto substancialmente de pessoas que dizem bem ou...


Links

Artes, Letras e Ciências

Culinária

Editoras

Filmes

Jornais e Revistas

Política e Sociedade

Revistas e suplementos literários e científicos